História

Ser Santo Américo é ser humano

Local de respeito pela tradição, pelo conhecimento, pelas relações humanas e pela espiritualidade. Assim é o Santo Américo, colégio católico fundado em 27 de fevereiro de 1951 por monges beneditinos húngaros, responsável pela formação de muitas gerações de homens e mulheres de inúmeras famílias paulistanas e mantido pela Abadia São Geraldo, localizada bem próxima à nossa sede.

Com rica e sólida história, iniciamos nossas atividades em um prédio da rua Imaculada Conceição, localizada no bairro Santa Cecília. A transferência da sede para o Morumbi aconteceu em 1963. É neste local que nos tornamos referência por aliar história, tradição e vanguarda a uma proposta pedagógica diferenciada, pautada nos pilares: excelência acadêmica; esporte; cultura; e línguas estrangeiras.

Quem foi Santo Américo?

Santo Américo foi um jovem príncipe húngaro educado pelo monge beneditino Geraldo, que deu a ele uma educação baseada na formação espiritual. Filho amoroso e aluno exemplar, Santo Américo serve de modelo aos jovens de todas as épocas e é considerado protetor dos alunos dos colégios beneditinos.

Nosso logo

A palavra PAX, que significa PAZ em latim, é destaque em nosso logo e aparece escrita em um livro aberto, simbolizando nossa crença do saber por meio da paz. Logo acima do livro, a coroa é uma referência ao príncipe húngaro Santo Américo e os dois corações imaginários em seus detalhes representam as relações humanas presentes no colégio. O coração maior revela nossa pedra fundamental, que é a espiritualidade, e os três corações juntos manifestam o valor que damos ao espírito comunitário onde alunos, ex-alunos, professores, pais, colaboradores e monges se unem pelo respeito e pelo amor.

Tradição que se renova

Do maternal ao ensino médio, os currículos de todas essas turmas são constantemente revisados de acordo com as tendências mundiais em educação, seja com relação ao conteúdo, método de ensino ou uso da tecnologia. Essas atualizações, porém, sempre preservam os princípios e valores cristãos.

Nossa linha do tempo

Motivados pelo projeto educacional criado e pelo crescente número de membros, após 20 anos da chegada a São Paulo, os monges beneditinos húngaros de Pannonhalma fundaram, em 27 de fevereiro de 1951, o Colégio Santo Américo, na rua Imaculada Conceição, nº 71, no bairro de Santa Cecília.

1951
1951 1957

Dom Emílio Jordan O.S.B, foi o primeiro reitor do Colégio Santo Américo e seu mandato foi marcado pelo reconhecimento público do alto padrão de ensino implantado pelos monges. Em seu primeiro ano de funcionamento, o colégio possuía 130 alunos e, em meados da década de 1950 o número de alunos matriculados ultrapassava 400.

O esporte, um dos principais pilares do Santo Américo, tem sua prática cada vez mais incentivada e hoje, ao completar 70 anos, o colégio amplia sua grade de atividades esportivas para proporcionar os benefícios e aprendizados do esporte a um número maior de alunos de todos os segmentos.

1959 1962
1963

O crescimento da comunidade monástica e a grande demanda por vagas no colégio faz com que o Mosteiro São Geraldo se transfira para o Morumbi. No novo endereço, em uma área de 64 mil m², mosteiro e colégio ganham novas e maiores instalações. Nesse mesmo ano são fundadas as Obras Sociais, que têm como objetivo prestar assistência à população de baixa renda do entorno da nova sede.

A década tem início com uma grande novidade: o Colégio Santo Américo passa a ser uma escola mista e recebe a primeira turma de alunas.

O dia 03 de julho de 1980 torna-se uma das mais importantes datas da Paróquia São Bento do Morumbi, localizada no campus do Colégio Santo Américo. Em visita ao Brasil, o Papa João Paulo II hospedou-se no Mosteiro São Geraldo e recebeu, nas dependências da igreja, 1.000 crianças, 250 universitários e 1.200 religiosos. O quarto da Abadia São Geraldo usado pelo Santo Papa permanece intacto.

1980
1990

Os anos 1990 foram dedicados ao aperfeiçoamento da infraestrutura oferecida aos alunos do colégio e da reestruturação do corpo docente, currículo, sistemas de avaliação e integração efetiva do 1º e 2º grau.

O início do novo milênio é marcado pela implantação da Educação Infantil no Colégio Santo Américo. Crianças entre um e cinco anos ganharam prédio e ambientes exclusivos para o desenvolvimento de seu protagonismo.

2002
2009

A procura dos pais por uma educação infantil de qualidade ainda nos dois primeiros anos de vida faz com que o colégio inaugure, nesse ano, o Maternal.

O colégio conquista a certificação DELE (Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira), outorgado pelo Instituto Cervantes em nome do Ministério da Educação e Ciência da Espanha.

2015
2018

Em parceria com a Alumni do Brasil e a Griggs International Academy, dos Estados Unidos, o Santo Américo dá início ao Programa High School, que permite que os alunos que optarem pelo projeto recebam, simultaneamente, os diplomas americano e brasileiro.

Esse ano marca, também, a conquista do selo UNESCO e o Santo Américo torna-se membro das escolas associadas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. O Programa de Escolas Associadas (PEA) UNESCO foi lançado em 1953 com a finalidade de fortalecer o papel da educação escolar na promoção da cultura de paz, cooperação internacional e valores democráticos em todos os países membros da Organização das Nações Unidas.

O Santo Américo torna-se uma Cambridge International School, oferecendo aos alunos uma abordagem ímpar de ensino, aprendizagem e avaliação de inglês. O certificado Cambridge International School é aceito em exames em cerca de 20 mil universidades em todo o mundo.

Para intensificar o ensino e garantir a qualidade tecnológica das aulas, todos os alunos do Ensino Fundamental Anos Finais e Ensino Médio passam a receber um iPad com os aplicativos de aprendizagem personalizados para cada segmento.

2019
2020

O mundo é afetado pela pandemia do Covid-19 e a tecnologia passa a ser a maior aliada do ensino. Preparado desde 2019 para capacitar alunos e professores para o uso da tecnologia em sala de aula, o Colégio Santo Américo intensifica a utilização de recursos tecnológicos. Neste ano todo o corpo docente passa a ser 100% certificado Apple Teacher.

Com o objetivo de criar uma rede de apoio à comunidade escolar é lançado o CSA Acolhe, programa que que teve como prioridade, em 2020, analisar os impactos emocionais causados pelo distanciamento social.

O Colégio Santo Américo completa 70 anos se reafirmando como uma escola de excelência, proporcionando a seus alunos a bagagem acadêmica, humana e religiosa que os acompanhará na estrada que escolherem seguir, em qualquer lugar do mundo.

2021
QUERO CONHECER O MÉTODO DE ENSINO QUERO CONHECER OS PILARES E VALORES